6 de jun de 2017

"MULHER GUERREIRA" - Miss Palotina

Lourdes Grisa Seleme: uma história de amor e dedicaçãoMiss Palotina - Maria Júlia Nedel Giacomini

Dentre as diversas mulheres palotinenses que se destacam e destacaram por suas ações de voluntariado no município, uma com certeza, podemos dizer é uma heroína, uma mulher guerreira, que se dedicou a fazer o bem. Estamos falando de Lourdes Grisa Seleme, hoje com 80 anos, e pelos menos 27 anos de um trabalho de muito amor e dedicação em prol dos idosos do Lar da Fraternidade, asilo de Palotina, que ela ajudou a idealizar, foi uma das fundadoras, no ano de 1988, tendo prestado serviço voluntário por 27 anos na entidade, sendo que no ano 2016, se afastou. 

A história
Dois anos antes da fundação do Lar, dona Lourdes e sua amiga Inês Possbon já estavam empenhadas na ideia de trabalharam com afinco para que o sonho de edificar o Lar da Fraternidade se transformasse em realidade. Os anos foram passando e por 27 anos, Dona Lourdes ficou à frente dos trabalhos da entidade. Essa história começou a ser tornar realidade em 13 de julho de 1988, quando o Lar da Fraternidade iniciou suas atividades em Palotina.

Dentre as diversas ações realizadas com intuito de arrecadar fundo para manter a entidade, dona Lourdes escreveu um livro de receitas, com mais de cem receitas próprias e com toda a arrecadação destinada ao Lar. 

Outras ações – Diversas outras ações foram realizadas em prol do Lar da Fraternidade, show de prêmios e muitas doações, entre elas da coordenação do Miss Palotina e Miss Paraná, que por diversas vezes fizeram promoções com intuito de arrecadar alimentos, destinados a entidade. 

Hoje o Lar da Fraternidade é referência na região, presta atendimento em regime de internato para 30 idosos, 24 horas por dia. 

Reconhecimento
O reconhecimento de tamanha dedicação veio no ano de 2008 quando dona Lourdes foi condecorada com o título de Cidadã Honorária de Palotina, concedido pela Câmara Municipal de Vereadores, pelos ótimos serviços prestados a comunidade. 

Atualmente Lourdes Grisa Seleme se dedica à sua família e a Igreja Católica, aonde é Ministra e também faz uma ação dedicada ao próximo com visita a doentes e pelo menos uma vez por mês participa no Lar da Fraternidade da Missa, e aproveita para visitar os idosos. 

Com a ajuda da minha coordenadora Landa Becker e da diretora de Cultura optamos por essa mulher guerreira, pois ela é sinônimo de luta, esperança, amor, carinho, determinação e muita dedicação ao próximo. Que para nós isso é ser uma verdadeira mulher guerreira. 






Nenhum comentário: